Centro de Oncologia

Agende sua
Consulta

×
  • >
  • BLOG


nosso blog

09/10/2020 15:10

Tipos de câncer de mama: classificação dos tumores auxilia na personalização do tratamento

O câncer não é uma única doença, mas sim um conjunto de diversas enfermidades que variam conforme a localização, o comportamento e a resposta aos tratamentos. No caso do câncer de mama, os tumores podem ser divididos em diferentes subtipos histológicos e de classificação molecular.

 

Conhecer cada um deles e como a doença se comporta em cada paciente permite aos especialistas definirem como será o tratamento de forma mais personalizada e assertiva. Alguns anos atrás, os protocolos eram praticamente os mesmos para todas as pacientes. Atualmente, com as inovações da Medicina e uma maior individualização, hoje é possível chegar a taxas de cura de até 95%.

 

Além disso, ao longo dos últimos anos também vêm surgindo novas pesquisas, medicamentos e equipamentos, que englobam desde o diagnóstico até o tratamento do câncer e servem como importantes aliados para o combate aos diversos tipos de tumores da mama.

 

Tipos histológicos do câncer de mama: conheça cada um deles

 

Para que um tumor seja classificado, devem ser considerados, entre outros fatores, a localização onde o mesmo se originou, sua extensão, potencial de crescimento, presença de receptores hormonais (progesterona e/ou estrogênio) e expressividade ou não da proteína HER2, a qual estimula o processo de divisão celular.

 

Os tipos histológicos do câncer de mama, responsáveis por apontar o local de origem e a forma como os tumores se desenvolvem, são:

 

  • carcinoma ductal in situ: afeta os ductos da mama, ou seja, os canais do leite materno, e não atinge outros tecidos. Em linhas gerais, trata-se do primeiro estágio da doença, quando ainda não possui potencial invasivo;

 

  • carcinoma ductal invasivo: também se inicia nos ductos mamários, mas nesse caso rompe os mesmos e se desenvolve nos tecidos vizinhos, bem como pode atingir outros órgãos do corpo, sendo conduzido por veias e/ou vasos linfáticos;

 

  • carcinoma lobular in situ: assim como o ductal in situ, trata-se do câncer de mama inicial, mas esse tipo de tumor desenvolve-se nos lóbulos da mama, ou glândulas produtoras de leite;

 

  • carcinoma lobular invasivo: nasce nos lóbulos da mama, mas, ao contrário do carcinoma lobular in situ, pode atingir outros tecidos e órgãos.

 

Além desses tipos comuns, há os tumores inflamatórios, a Doença de Paget, o tumor filoide e o angiosarcoma, os quais são mais raros.

 

A histologia do câncer de mama é diagnosticada a partir da análise dos materiais colhidos para a biópsia, mostrando aos especialistas o grau da doença, as condutas de tratamento a serem tomadas, os exames necessários para o estadiamento, entre outros dados importantes.

 

Classificação molecular do câncer de mama

 

Além do tipo histológico de um tumor de mama, é fundamental ter o conhecimento sobre a presença ou não de hormônios e da proteína HER2, de modo que os protocolos de tratamento estabelecidos pelos especialistas sejam condizentes com a resposta dos diferentes tipos de tumores aos medicamentos e procedimentos.  A classificação molecular é dividida da seguinte forma:

 

Luminal A: tumores que apresentam receptores de estrogênio e progesterona positivos, não apresentam a expressão da proteína HER2 (HER2 negativo) e possuem crescimento mais lento;

Luminal B: também possuem receptores hormonais positivos, não expressam a proteína HER2 (HER2 negativo) e apresentam um nível mais acelerado de proliferação celular;

HER2: são receptores hormonais negativos, mas têm a expressão da proteína HER2 (HER2 positivo);

Triplo Negativo: não possuem nem expressão hormonal, nem a proteína HER2, sendo negativo, portanto, para estrogênio, progesterona e HER2. Geralmente, esse tipo de câncer de mama ocorre com mais frequência em mulheres jovens e em mulheres negras.

 

Quando se trata do câncer de mama, é muito importante ter o máximo de detalhes sobre a doença. Assim, o paciente passa a compreender de forma mais clara o que é dito pelos médicos e tem informações suficientes para dialogar com mastologistas e oncologistas a respeito dos caminhos do tratamento.

 

Gostou do nosso conteúdo sobre os tipos de câncer de mama? Então compartilhe agora mesmo em suas redes sociais para conscientizar outras mulheres!

 

 

 

 

 

 

 

Comentários
Comentar


Outras notícias
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +