Centro de Oncologia

Agende sua
Consulta

×
  • >
  • BLOG


nosso blog

13/11/2020 10:11

Hiperplasia Prostática Benigna: conheça a doença que afeta 50% dos homens acima dos 50 anos

Aproximadamente 50% dos homens acima dos 50 anos irão apresentar sintomas da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), também conhecida como aumento prostático benigno. Trata-se do tumor não cancerígeno mais comum na população masculina, o qual acaba reduzindo o calibre da uretra prostática, dificultando o escoamento da urina.

Em função da obstrução é que aparecem os primeiros sinais, que são jato urinário fraco, dificuldade em iniciar a micção, sensação de resíduo de urina na bexiga após ir ao banheiro e aumento da frequência urinária diurna e noturna. Além disso, de forma menos frequente há a vontade urgente de urinar.

Por ser uma doença incômoda, muitas vezes confundida com o câncer de próstata e que precisa ser tratada, desenvolvemos esse post. Confira e saiba mais sobre o assunto!

 

Causas para o desenvolvimento da hiperplasia prostática benigna

Segundo o urologista do Centro de Oncologia do Paraná, Dr. Antônio Brunetto Neto, a causa exata da HPB ainda não é conhecida. No entanto, existem relações com as mudanças hormonais que o organismo masculino sofre com o passar dos anos. Outros fatores são história familiar e alterações genéticas.

Por esse motivo, trata-se de uma doença menos comum em homens com menos de 40 anos, na mesma medida em que a frequência aumenta na terceira idade. Enquanto nos mais jovens os índices ficam em torno de 25% dos casos, nos homens entre 70 e 80 anos, as taxas chegam a 80%.

 

Como é feito o diagnóstico da HPB

A Hiperplasia Prostática Benigna é diagnosticada por entrevista urológica e exame físico, aliados a exames complementares para auxiliar os especialistas, quando necessário.

De acordo com o urologista, esses envolvem ultrassonografia, urofluxometria, estudo urodinâmico completo, uretrocistografia miccional e, com menos frequência, ressonância e tomografia.

 

Formas de tratamento e a importância de procurar um médico

Por mais que se trate de uma condição benigna, ou seja, que ao contrário do câncer de próstata, não se dissemina para outros órgãos do corpo, é fundamental que a HPB seja tratada assim que surgirem os primeiros sintomas.

Isso porque a doença pode causar infecções urinárias frequentes, incontinência urinária e outros danos ao sistema urinário, bem como prejudicar o funcionamento dos rins. De acordo com o especialista, o tratamento inclui medidas comportamentais, medicações e, dependendo do quadro, cirurgia. Algumas medidas simples que podem ajudar são:

  • diminuição da ingestão de líquidos à noite;
  • redução no consumo de álcool, cigarro e café;
  • substituição de medicações com efeito diurético;
  • adquirir hábitos saudáveis, investindo em boa alimentação e exercícios físicos.

Em casos mais avançados, próstata de maior volume, PSA elevado, histórico de retenção urinária e, especialmente naqueles homens em que já foram tentadas outras alternativas, a cirurgia deve ser considerada.

O urologista, Dr. Antônio Brunetto Neto, frisa a importância de todos os homens com 50 anos ou mais, com ou sem sintomas, iniciarem o acompanhamento com o especialista de sua confiança, de forma a verificar com está a saúde em geral e também as doenças comuns do sexo masculino, como é o caso da Hiperplasia Prostática Benigna.

Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Então acompanhe as nossas redes sociais!

Comentários
Comentar


Outras notícias
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +