Centro de Oncologia

Agende sua
Consulta

×
  • >
  • BLOG


nosso blog

06/04/2020 17:04

As consequências de comportamentos e emoções no momento do coronavírus

Para conter a pandemia de coronavírus, governos do mundo todo propuseram distanciamento e isolamento social, já que até o momento não existe um medicamento ou vacina eficientes no combate à Covid-19. A exemplo de estudos baseados em experiências passadas, como a que ocorreu no Canadá em 2003, onde o vírus SARS levou a um isolamento populacional de 10 dias, é possível dizer que qualquer isolamento que ultrapasse esse período pode levar as pessoas a um nível alto de estresse.

 

O motivo é que o cérebro entende como se estivesse acontecendo uma grande guerra e, por isso, ocorre a liberação de um grande volume de cortisol e os indivíduos passam a demonstrar o que podem ser os primeiros sintomas do distanciamento, que são o nervosismo e a ansiedade. Ou seja, passam a ficar inquietos e irritados dentro de casa em função da mudança de rotina.

 

Outro sinal é o medo irracional, já que o cérebro submetido ao estresse passa a atuar apenas nas emoções, e deixa a lógica e a razão em segundo plano. Inclusive, o medo é o sintoma mais característico dessa situação.

 

Medo irracional: entenda

 

Apesar de o medo fazer parte da natureza humana, quando se torna irracional pode comprometer significativamente a qualidade de vida do indivíduo. A pandemia de coronavírus tem levado as pessoas a acreditarem que, ao contrair o vírus, pode ser fatal, ou que vão faltar alimentos, álcool gel, medicamentos, entre outros. Isso as leva a fazer estoque e reserva para se prevenir da escassez, ou seja, a ter atitudes afoitas e de verdadeiro desespero.

 

Outros comportamentos relacionados ao isolamento social são o tédio e a frustração. O motivo é que as pessoas começam a sair de suas rotinas, certas ou erradas, mas que existiam e forma tiradas de forma abrupta. Quando o tédio começa a aparecer, pode levar ao vazio e as pessoas tendem a preencher muito mal seus vazios. A sensação de falta pode gerar obsessão por compras, bebidas e ou comidas, principalmente em casos de maior predisposição.

 

A desconfiança também se faz muito presente. As pessoas começam a criar uma paranoia e acreditarem que algo está sendo escondido, ou que há omissão de informações, o que pode causar uma busca incessante por notícias e fixação dos pensamentos, falando no problema o tempo todo.

 

O que preocupa é a exacerbação de pessoas com quadros de transtornos mentais como o de ansiedade, fobias, t.o.c (transtorno obsessivo compulsivo) e depressão.  A pandemia pode ser um gatilho para despertar e abrir as patologias. É importante buscar ajuda psiquiátrica e psicológica e estarmos atentos a esses fatores e fenômenos, pois essa atitude pode prevenir e estancar muitas crises.

 

É momento para expressar a generosidade e gentileza, aos outros e a nós mesmos. São tempos de recolhimento, limpeza emocional, replanejamentos e resiliência. Não podemos nos deixar dominar por pensamentos catastróficos e de desesperança.

 

Na vida não há nada certo, ela é dual, tudo que se mostra tem o seu oposto. Quem sabe podemos olhar para o futuro com gratidão pelo que teremos que fazer, aprender e adaptar. Afinal de contas estamos vivos e viver depende de evoluções constantes.

 

Michelle Servelhere Gizzi é psicóloga do Centro de Oncologia do Paraná.

 

 

 

 

 

Comentários
Comentar


Outras notícias
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +
Titulo do blog Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quidem vero exercitationem unde veniam reiciendis debitis, quaerat, molestiae culpa, autem provident facere at ipsa facilis animi sit vitae quam tempore aspernatur.
Leia +